Chat
O trabalho realizado pelo visagista segue um principio essencial, criado pela Bauhaus Design Culture, “a função define a forma” e toda forma ou desenho é composta por um “conjunto” de linhas, texturas e cores.
Para entender este processo é importante compreender que ao olharmos para uma imagem, não compreendemos sua composição imediatamente, pois, rapidamente temos uma sensação ou uma impressão. Isto ocorre porque as imagens não são analogicamente processadas pelo cérebro, mas sentidas, pois as imagens são processadas pelo sistema límbico, responsável por nosso comportamento social e pelas emoções.
Por este motivo quando olhamos para uma foto, uma criança ou uma escultura diversas emoções podem ser despertadas. Um exemplo clássico é que entender o que acontece quando olhamos um bebê bochechudo com coxas gordinhas pés e olhos arredondados, qual a sensação? Pode ser que este excesso de “linhas” curvas despertem uma explosão de sentimentos a tal ponto que alguns desejem pegar, apertar ou até morder a criança!
Segundo psicologia analítica criado pelo psiquiatra suíço Carl Gustav Jung existe em nosso subconsciente uma serie de símbolos associados. Por isso formas arredondadas ou curvas trazem em nossa memória a lembrança ancestral de coisas fofas e gostosas como doces, peitos e bumbuns.
No visagismo utilizamos os fundamentos da linguagem visual, princípios de harmonia e estética para criar uma imagem pessoal que envie uma mensagem objetiva com destaque na personalidade e imprima sua marca com propriedade e segurança influenciando positivamente seus relacionamentos.
Lembre-se que a primeira impressão é a que fica e a sua imagem é a sua melhor primeira impressão!

Quer uma consultoria de visagismo?

× Posso ajudar?